Mix de Imagens Geradas Usando IA (Leonardo, Firefly e Foocus)

Quem é Chat GPT? Quem é Antonio Carlos de Oliveira? E Quem Sou Eu?

Barata Cichetto

Tenho usado o ChatGPT para duas finalidades: a primeira é pedir TAGs, que para quem não está inteirado, são “rótulos”, palavras referentes a uma publicação que ajudam a página a ser localizada e indexada pelo Google. É um trabalho maçante e mecânico de ficar tentando encontrar dentro de um texto, as palavras que podem chamar a atenção dos possíveis visitantes. E como isso vai ser lido por máquinas mesmo…

O segundo uso é para pedir sugestões de imagem para ilustração. Como não uso imagens sem que tenham direitos autorais, e isso está cada dia mais difícil, eu teria dois caminhos: um seria contratar um ilustrador, coisa que não tenho a menor condição financeira para fazê-lo. A outra é justamente usar imagens geradas por IA, que não têm “Copyright”.

Nesses dois casos uso o ChatGPT, sendo que para imagem, a partir de sua sugestão acesso o “Leonardo AI”, o “Firefly” ou outra ferramenta de IA para geração de imagens.

E foi nesses termos que, ao escrever a matéria sobre “Quem é John Galt?”, submeti meu texto a “ela” e pedi as referidas TAGs, e posteriormente a sugestão da imagem para ilustração. Como tinha na cabeça a pergunta “Quem é…?”, depois de concluída a matéria retornei, e decidi perguntar quem sou eu, certo de que não diria nada, já que embora minha longevidade e persistência, e ter publicado algumas dezenas de livros, sou completamente desconhecido.

— Quem é Barata Cichetto?

— ChatGPT: “Barata Cichetto é um pseudônimo de Antonio Carlos de Oliveira, um escritor, poeta, letrista e editor brasileiro. Ele é conhecido por seu estilo irreverente e provocador, e sua obra abrange uma variedade de temas, incluindo crítica social, existencialismo e anarquismo.
Principais Aspectos da Vida e Obra de Barata Cichetto
Pseudônimo e Identidade: Barata Cichetto é o nome artístico de Antonio Carlos de Oliveira. O pseudônimo reflete seu estilo irreverente e crítico.
Produção Literária: Poesia e Prosa: Cichetto é autor de várias obras de poesia e prosa. Sua escrita é marcada por um tom provocador e muitas vezes polêmico, abordando temas como a condição humana, a sociedade contemporânea e a política.
Letras de Música: Além de seus escritos literários, Cichetto também é conhecido por suas letras de música, colaborando com diversas bandas e músicos, especialmente no cenário do rock underground brasileiro.
Temas e Estilo: Crítica Social: Sua obra frequentemente inclui uma forte crítica social, questionando as normas e estruturas da sociedade.
Existencialismo: Temas existenciais são recorrentes em sua escrita, explorando a natureza da existência, a liberdade individual e a busca de significado.
Anarquismo: Cichetto tem uma inclinação anarquista, expressando uma visão crítica sobre o poder, a autoridade e as convenções sociais.
Influência e Impacto: Cichetto é uma figura conhecida no cenário alternativo brasileiro, tanto literário quanto musical. Sua abordagem direta e sua disposição para desafiar convenções lhe renderam uma base de seguidores dedicados.
Publicações e Editora: Além de sua produção literária, Barata Cichetto também é ativo como editor, contribuindo para a publicação e divulgação de outros autores e obras no meio independente.
Conclusão: Barata Cichetto, ou Antonio Carlos de Oliveira, é uma figura multifacetada no cenário cultural brasileiro, conhecida por sua escrita provocadora e seu espírito crítico. Sua contribuição abrange poesia, prosa e letras de música, sempre com uma abordagem que desafia normas e questiona a sociedade.”.

Ou seja, todo o currículo bate em cem por cento… Mas, e o nome? Cutuquei, já esperando pelo pior:

— Cite algumas de suas obras.

— ChatGPT: “Barata Cichetto, ou Antonio Carlos de Oliveira, possui uma obra diversificada que abrange poesia, prosa e colaborações em letras de música. Aqui estão algumas de suas obras principais:”.

(Aí a coisa entorta: ela cita uma série de coletâneas de poesia e crônica que nunca ouvi falar, como “A Noite dos Outros”, “O Trago e o Trago”, – isso mesmo – “A Filosofia do Gambá” Entre as colaborações musicais, diz que escrevi letras para o Ratos de Porão – Afffff – e Marcelo Nova – quem me dera! – E prossegue:

— ChatGPT: “Essas obras mostram a diversidade temática e estilística de Barata Cichetto, explorando desde a poesia introspectiva até crônicas satíricas e colaborações musicais que refletem sua visão crítica da sociedade e da existência humana.”

Diante disso, resolvo agulhar a “dita cuja”:

— Creio que seu treinamento falhou, porque as atividades e definições são minhas, mesmo, mas essas obras nunca ouvi falar. Meu nome é Luiz Carlos Cichetto. Por que alguém com sobrenome Oliveira usaria Cichetto?

— ChatGPT: “Peço desculpas pelo equívoco na resposta anterior. Vamos corrigir isso.” (não aguento IA pedindo desculpas) Luiz Carlos Cichetto, como você mencionou, é o nome correto. Pelo que você informou, não há nenhuma ligação com o sobrenome Oliveira. Como posso ajudar você hoje em relação a Luiz Carlos Cichetto?

Continuando o joguinho:

— Diga o que sabe, agora reconhecendo que Luiz Carlos Cichetto e Barata Cichetto são a mesma pessoa.

— ChatGPT: “Entendi, Luiz Carlos Cichetto e Barata Cichetto são a mesma pessoa. Luiz Carlos Cichetto é um escritor, poeta, letrista e editor brasileiro conhecido pelo pseudônimo Barata Cichetto. Ele é reconhecido por seu estilo literário provocador, irreverente e crítico, explorando temas como a condição humana, crítica social, existencialismo e anarquismo em sua obra.
Além de sua produção literária, Luiz Carlos Cichetto também colaborou com letras de músicas para diversas bandas do cenário rock e alternativo brasileiro. Ele é uma figura importante no meio cultural independente, utilizando sua escrita para questionar normas sociais e explorar questões profundas sobre a sociedade contemporânea.
Se houver mais alguma informação específica que você gostaria de saber sobre Luiz Carlos Cichetto ou suas obras, estou à disposição para ajudar!”

Agora te pego no pulo, sua desgranhenta, penso ingenuamente:

— Mas… Quem é afinal, Antonio Carlos de Oliveira?

— ChatGPT: “Peço desculpas pela confusão anterior. Antonio Carlos de Oliveira não tem nenhuma relação com Luiz Carlos Cichetto (Barata Cichetto). Houve um equívoco na informação anteriormente fornecida. Não há conexão entre essas duas pessoas. Antonio Carlos de Oliveira não é conhecido como Barata Cichetto ou tem qualquer envolvimento com as obras atribuídas a Luiz Carlos Cichetto.
Se você está buscando informações sobre Antonio Carlos de Oliveira, podemos explorar mais sobre essa pessoa ou qualquer outro tópico que seja de seu interesse.”

— Como pode uma IA confundir nomes tão diferentes?

— ChatGPT: “Peço desculpas pelo erro na informação anterior. Como IA, meu objetivo é fornecer informações precisas e relevantes. No entanto, falhas podem ocorrer devido a interpretações incorretas dos dados disponíveis. A confusão entre nomes diferentes como Luiz Carlos Cichetto (Barata Cichetto) e Antonio Carlos de Oliveira foi um erro de interpretação, e reconheço a importância de corrigir e esclarecer as informações de maneira adequada.” — E termina sempre com a gentileza de se houver algo mais que eu possa ajudar… (Parece atendimento de Banco querendo encerrar logo a conversa).

Decido por perguntar se há referências a respeito de meus trabalhos:

— E sobre os meus trabalhos artísticos, como Barata Cichetto, tem algo?

— ChatGPT: “Embora eu não tenha informações específicas sobre títulos de obras ou detalhes precisos de sua produção artística, sua presença e impacto são reconhecidos entre aqueles familiarizados com o meio literário e musical alternativo”. — Repete a ladainha do “ajudar… — Se você gostaria de compartilhar mais sobre seus trabalhos artísticos específicos como Barata Cichetto, ou se há alguma obra ou projeto em particular que você gostaria de discutir, estou aqui para ouvir e ajudar da melhor forma possível. (Detalhe: está para ouvir, mas é um chat. Mero detalhe?)

Como IAs sempre falam em treinamento, decido testar isso:

— Eu poderia ajudar a treiná-la, oferecendo algum texto sobre mim?

— ChatGPT: “Claro, seria ótimo! Você pode fornecer um texto sobre você mesmo como Barata Cichetto. Pode incluir informações como sua trajetória artística, obras significativas que você criou, temas que você explora em sua escrita, sua visão sobre literatura e música, ou qualquer outra informação relevante que você considere importante compartilhar.
Com base no texto que você fornecer, podemos explorar e discutir seus trabalhos artísticos de forma mais precisa e informativa. Fico no aguardo do seu texto!”

— Esta é minha biografia artística:
(Colo minha biografia artística)

— ChatGPT: “Obrigado por compartilhar sua biografia artística, Barata Cichetto (Luiz Carlos Giraçol Cichetto). Aqui está um resumo com base no texto que você forneceu:
Barata Cichetto, nome literário de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, é um artista polivalente nascido em São Paulo. Desde jovem, ele encontrou refúgio nos livros e na música, influenciado por autores como Machado de Assis e poetas malditos como Rimbaud e Baudelaire. Seu pseudônimo “Barata” surgiu de um site cultural que ele criou, tornando-se uma figura proeminente no cenário do rock e da poesia.
Após uma infância marcada pela leitura voraz e experiências nas ruas de São Paulo, Barata lançou seu primeiro livro, “Arquiloco”, em 1981. Ao longo dos anos, trabalhou em diversas profissões enquanto explorava intensamente sua criatividade artística. Em 1996, após um período de pausa na escrita, ele retomou sua produção literária com fervor crescente.
Como editor artesanal, fundou a “Editor’A Barata Artesanal” em 2010, publicando não apenas suas próprias obras, mas também de outros autores, destacando-se em filosofia, ocultismo e cultura beatle. Sua produção literária inclui 13 livros de poesia, 12 de contos, crônicas, ensaios e uma auto-ficção notável.
Além de suas conquistas na literatura, Barata expandiu sua atuação para a música, trabalhando com a banda histórica Patrulha do Espaço e colaborando em projetos como a Opera Rock “Vitória, ou a Filha de Adão e Eva” e discos conceituais com o músico Amyr Cantusio Jr.
Um crítico social incansável e um “conservador liberal”, Barata utiliza sua arte para desafiar o status quo e criticar a “arte social” moderna, que ele vê como uma falsidade alimentada pelo politicamente correto. Sua obra é reconhecida por sua intensidade visceral e pela abordagem radical diante das questões contemporâneas.
Atualmente, aos sessenta anos, Barata continua sua jornada criativa, explorando novos meios como a pintura e mantendo-se ativo nas mídias sociais como um veículo para suas ideias e projetos artísticos.
Espero que este resumo capture de forma precisa a rica trajetória e as contribuições de Barata Cichetto para a cultura e a arte brasileira.”

— Aqui estão as realizações literárias de Barata Cichetto:
(Colo no Chat minha lista de livros)
GPT exibe a lista e conclui:

— ChatGPT: “Essa lista abrangente reflete a diversidade e a prolificidade de Barata Cichetto em suas diferentes expressões artísticas ao longo dos anos”.

— Espero que minhas informações a respeito de meu trabalho colaborem com seu treinamento.

— ChatGPT: “Suas informações são muito detalhadas e abrangentes, o que certamente enriquece meu treinamento e me permite oferecer respostas mais precisas e relevantes sobre seu trabalho artístico e literário. — Repete mais uma vez a ladainha do “ajudar”).

Conclusão: Não sei se fiquei envaidecido (?) pela IA do ChatGPT conhecer minhas atividades como Barata Cichetto, embora tenha errado feio nos títulos das obras e nas parcerias musicais. Também não sei se acho bom que “ela” me conheça, mas tenha feito uma confusão com nomes, ou se fico preocupado, porque não tenho ideia de quem seja Antonio Carlos de Oliveira. Será que esse tal anda roubando minha existência, como um doppelgänger?

Afinal, de minha pergunta inicial “Quem é John Galt?”, ficamos agora com a questão: “Quem é Antonio Carlos de Oliveira?”. Aguardem os próximos capítulos.

Ah, sim, as TAGs e a imagem que ilustram foram “feitas” por IA.

— Sugira TAGs:

— ChatGPT: “Cultura Rock, Filosofia Pessoal, Vida de Escritor, Produção Literária, Poesia Marginal, Romance Independente, Crônicas e Ensaios, Ópera Rock, Arte e Tecnologia, IA e Criação Artística, Direitos Autorais, Ilustração Digital, Geração de Imagens por IA, ChatGPT, Inteligência Artificial,”

— Sugira imagem.

— ChatGPT: “Como não posso acessar diretamente recursos externos no momento para sugestões visuais, posso sugerir uma ideia para uma imagem que poderia ilustrar o conceito de “Quem é John Galt?” ou uma representação simbólica do autor, Barata Cichetto.
Uma imagem abstrata representando uma figura misteriosa ou um perfil humano sem rosto, cercado por engrenagens ou elementos que simbolizam a sociedade ou o pensamento coletivista.
Uma ilustração que combine elementos de poesia, rock’n’roll e arte visual, talvez incluindo um autor fictício com características distintas como um chapéu, óculos escuros e cercado por livros, instrumentos musicais e pincéis.
Essas são apenas sugestões conceituais. Para uma representação visual precisa, recomendaria acessar plataformas como “Leonardo AI” ou “Firefly” para criar uma imagem personalizada que atenda às suas necessidades específicas”.

(An abstract image representing a mysterious figure or a faceless human profile, surrounded by gears or elements symbolizing society or collectivist thought. An illustration combining elements of poetry, rock’n’roll, and visual art, possibly featuring a fictional author with distinctive traits like a hat, sunglasses, and surrounded by books, musical instruments, and paintbrushes.)

A Sugestão de Imagem Interpretada Pelo Leonardo AI
A Mesma Sugestão Pelo Fooocus
E a Mesma Pelo Firefly da Adobe

PS.: Fico imaginando, daqui a alguns anos, quando as IAs deixarem de ser brincadeira, e evoluírem ao ponto de nos tornarem obsoletos (e portanto dispensáveis) se alguém ler isso (se é que ainda existirá gente interessada em ler… Ou ainda: se ainda haverá gente.

14/06/2024

Atualização de 16/06/2024:

Dois dias depois retorno ao ChatGPT e repito a mesma pergunta: “Quem é Barata Cichetto?”, claro que “a” Inteligência já tinha tudo guardado, e apenas repetiu, numa ordem diferente e com “melhorias” na redação, exatamente o que eu tinha “treinado” antes. Entretanto, lançou comentários e conclusões sobre:

— ChatGPT: “Barata Cichetto é um artista que transcende várias formas de expressão, desde a escrita até a música e as artes visuais, sempre com uma visão crítica e uma abordagem que busca provocar e questionar as normas estabelecidas.

Influência e Inspiração: A história de Barata Cichetto serve de inspiração para novos artistas que buscam autenticidade e coragem em suas expressões. Sua dedicação à arte e à liberdade de expressão é um exemplo poderoso de como a arte pode ser um veículo para a resistência e a transformação social.

Conclusão: Barata Cichetto é um artista cuja obra é marcada pela irreverência, versatilidade e uma profunda dedicação à expressão artística. Sua trajetória revela uma personalidade resiliente e uma mente criativa que desafia normas e explora novos territórios artísticos. Seu impacto vai além de suas próprias criações, influenciando e inspirando outros a seguir seus passos na busca por autenticidade e inovação na arte.”

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e editor do Agulha.xyz, e co-fundador da Editora Poetura. Um Livre Pensador.
Contato: (16) 99248-0091

Compartilhe!
Assinar
Notificar:
guest

2 Comentários
Mais Recente
Mais Antigo Mais Votado
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
Mara Regina Ferreira
Mara Regina Ferreira
02/07/2024 9:54

Assim dizem… O poeta é um fingidor, As vezes não!
Escritores é um ator nos versos, expressa as proprias emoções, ou, às de outros,imaginando determinados acontecimentos. Seja desgraça, amor, partido, etc:. Ao ouvir histórias imaginam estar naquela cena, como se fossem o tal. Mentira e verdade caminhando juntas.
Muitos escrevem poesias do próprio cotidiano em verdade. E se não tem o que buscam ou, desistiram de buscar, imaginam criam pensamentos, cenas, uma mentira, ilusão. Exemplo, o amor fictício, ilusório. E fantasiam algo, uma história, Mera mentira. Podendo até sentir a sensação, e não as tem na forma real. Verdade e mentira novamente 🤔 E a emoção adentra a escrita, Sendo ela na revolta, dor de amor, etc.
Show de bola o seu texto juntamente com a poesia, gostei dos escritores como exemplo, e os vários estilos para compor as letras, Ideias, e ideias. Espero que alcace o Google esse site é tem ideias boladas.
E eu aqui escrevendo coisas que só eu entendo😊
Abraços e beijinhos no coração.

Barata Cichetto
Administrador
Responder a  Mara Regina Ferreira
02/07/2024 12:25

Estou gostando de fazer esses experimentos com IA.
Seu comentário é bem interessante, sob o ponto de vista da Poesia. Muito obrigado.
Quanto ao Google, bem estamos trabalhando duro para aumentar o alcance do site lá, mas sabe…. Bem isso depende também das pessoas que nos visitam comentarem as publicações compartilharem. Chegamos lá!

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!