Erick Yoshiharu Takaki – A nova Direita Liberal-Conservadora

Erick Yoshiharu Takaki

Diante de uma poderosa esquerda estatista e igualitária se faz necessário, mais do que nunca, uma aliança entre liberais e conservadores. Esta esquerda visa destruir duas coisas: a liberdade individual e os valores morais da sociedade, através justamente do estatismo e do igualitarismo. Liberais e conservadores não apenas têm muito em comum mas também precisam um do outro para sobreviver a este inimigo.


Sem a liberdade individual, arduamente conquistada pelo liberalismo clássico, conservadores não podem buscar seus próprios valores morais, mas são  obrigados a seguir o politicamente correto. Sem os valores morais preservados pelos conservadores, a liberdade se torna relativa e frágil e pode ser perdida facilmente em função da “liberdade coletiva” e a “justiça social”.


Além disso, é importante entender que liberais têm um pouco de conservadorismo em seu DNA e os conservadores também têm um pouco de liberalismo. Os liberais, por mais que sua tradição soe moderna, são na verdade uma tradição já antiga, que inclusive está sendo desconstruída pela pós-modernidade esquerdista.


Podemos considerar como precursores do liberalismo clássico a Atenas democrática. Lá se desenvolveu o liberalismo político e filosófico (ou seja, liberdade de pensamento e expressão), através da invenção da democracia e da filosofia. O liberalismo clássico é um movimento moderno iniciado no século 18, seus autores mais conhecidos são John Locke, Adam Smith, Voltaire e Montesquieu. Suas principais características são a defesa da liberdade individual, a igualdade perante a lei, o Estado de Direito e a economia de livre-mercado.


A pós-modernidade pode dizer-se iniciada com a Crítica à Razão Pura de Kant que basicamente foi um ataque à crença moderna de que a razão seria capaz de conhecer e explicar a realidade. Kant defende que não podemos conhecer as coisas em si mesmas, mas apenas as representações que nosso aparato mental produz ao interagir com elas. Outro acontecimento importante foram as guerras mundiais. A invenção da metralhadora, do avião e da bomba atômica colocaram em dúvida o otimismo moderno a respeito da razão.  A razão foi cada vez mais criticada e junto com ela, as verdades objetivas. Na mesma proporção a filosofia se tornou cada vez mais politizada e dominada por ideologias marxistas e neomarxistas.


A crença moderna na razão está cada vez mais fraca e junto com ela movimentos como o iluminismo e o liberalismo também estão perdendo força, não apenas pelos ataques da filosofia pós-moderna, mas também pela crítica neomarxista ao “eurocentrismo”, que atribui a supervalorização da razão a uma anormalidade do “homem branco europeu” que leva necessariamente à dominação de outras nações.

Além de ser uma tradição que corre o risco de desaparecer, o liberalismo também possui uma hierarquia de valores baseada na liberdade, na responsabilidade, na razão e na meritocracia. Portanto, é uma tradição que também deve ser preservada pelo conservadorismo. A tradição liberal e a iluminista são, na verdade, as tradições que mais distinguem o Ocidente, já que são de ambas que surgem o capitalismo, a democracia, a ciência e o Estado de Direito, ou seja, o diferencial do Ocidente.


Além disso, conservadores precisam da tradição liberal para terem a sua liberdade religiosa. A tolerância religiosa é uma das grandes conquistas do liberalismo e ambas são codependentes. Conforme regimes autoritários avançam, como os comunistas por exemplo, a eliminação dos valores religiosos em função dos valores impostos pelo Estado acontecem. A repressão religiosa que acontece na China, na Coréia do Norte e em Cuba, são bons exemplos. A estratégia da esquerda atual ainda é dissolver as religiões e substituí-las pela ideologia politicamente correta. Muitas leis que limitam ou proíbem o culto e os livros sagrados estão sendo impostas com a justificativa de que são machistas, misógenas, homofóbicas. Aqui, a tradição liberal clássica é como um escudo que protege as liberdades religiosas e de crença.


Outro ponto dessa codependência é a relação entre valores e liberdade. Com a destruição dos valores civilizacionais, e com isso está inclusa a verdade racional e objetiva, tudo se torna relativo e a única coisa realmente verdadeira é a briga pelo poder, portanto, apenas o discurso ideológico e político se tornam relevantes. Não apenas a liberdade, mas também a responsabilidade individual se torna relativa e discursos populistas e coletivistas tomam o seu lugar. E sem liberdade e responsabilidade individual todos os valores perdem sua relevância e caem por terra, o que abre espaço para viramos uma ditadura coletivista que apenas se importa com o poder entre as classes.


A destruição do liberalismo e do conservadorismo é a destruição da liberdade individual e dos valores individuais. A onda coletivista igualitária visa isso. Portanto, a aliança liberal-conservadora não é apenas uma possibilidade, mas algo inevitável, já que liberdade e responsabilidade individuais são pressupostos necessários para se defender valores individuais e vice-versa. Ou ambos se juntam e vencem a nova esquerda e se tornam a nova direita ou ambos morrem sozinhos e isolados, exatamente do jeito que a esquerda quer.

Erick Yoshiharu Takaki: Sou bacharel em filosofia pela Faculdade Dehoniana, em breve terminarei minha licenciatura e serei professor de filosofia. Sou guitarrista e gosto de rock, principalmente o clássico e o alternativo. Me considero um liberal-conservador (centro-direita), já que valorizo a liberdade individual e ao mesmo tempo sigo valores morais objetivos baseados nas tradições. Gosto muito de estudar mitologia e cultura de todos os cantos do mundo. Estou me formando também filósofo clínico pelo Instituto Packter. Sou um dos idealizadores do Instituto Novo Pensar.

 
Compartilhe
  • 12
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    12
    Shares
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091