Veredas de Porvenir

Barata Cichetto


(Inspirado no Conto “O Jardim dos Caminhos Que Se Bifurcam”, de Jorge Luis Borges)
“El porvenir ya existe”

 

 

1 –
Existe um labirinto no meio do jardim,
E dentro dele, outro labirinto sem fim.

Existe o um, existe o zero, e nada mais além,
E entre o nada e o tudo, não existe ninguém.

E que horas são, pergunta o relógio ao religioso,
E o tempo responde que tudo lhe é dispendioso.

 

2 –
Existe um jardim de flores no meio do labirinto
E dentro, apenas dores, e um pouco de infinito.

Que lugar estranho é esse, pergunto ao porteiro,
E ele me manda roubar a chave de um chaveiro.

Ruas cortam ruas e o sangue escorre da minha mão,
E em todas as estradas apenas placas de contramão.

 

3 –
O tempo é um sendeiro vil, disse um cantador,
E o destino um desvio servil, falou o contador.

Pergunto a criança como chegar ao meio da floresta,
E sempre virar à esquerda é a resposta que me resta.

Então, deixe que eu lhe conte uma história triste,
Feito uma tia velha e cega, e que ainda não existe.

 

4-
A minha procura anda o homem com a lanterna,
Eu o encontro antes, dentro da escuridão eterna.

Há quanto tempo, diz um confrade intangível,
E eu o saúdo olhando o meu relógio invisível.

Preciso interrogar minha parca consciência distraída,
Sobre um labirinto dentro de um labirinto sem saída.

 

5 –
Há o labirinto e o jardim, preciso saber o endereço.
Compro a passagem num trem: tudo tem seu preço.

E há nas paredes pinturas representando vontades,
Desejos bifurcados, e apenas meras meias verdades.

E sobre o jardim, que muitos creem ser florido,
É apenas um labirinto de espelhos descolorido.

 

6 –
O futuro apanhou o revólver na gaveta e atirou,
Eu cai de costas e o futuro sorrateiro se retirou.

Mas ontem nasceu outro morto futuro:
Acabou o caminho que parecia seguro.

“Deixo a vários futuros, e não a todos, o meu jardim
Dos caminhos que se bifurcam” muito além de mim.

 

6/12/2018

[advanced_iframe src="https://www.youtube.com/embed/sUESYDS_vb0" frameborder="0" width="100%" height="600"]
Genecy Souza – Um Jorro de Lascivos Prazeres Secretos
Genecy Souza Eu não conheço Olavo Villa Couto, nunca o vi mais magro. Na verdade, desconfio que são poucos os ...
Leia Mais >
Genecy Souza – Lula: “Ultio Mea Est”
Genecy Souza Antes de qualquer coisa: o ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva não proferiu a frase. Traduzida ...
Leia Mais >
Genecy Souza – Queremos um, Dois, Três… Muitos Sete de Setembro
Genecy Souza Está em qualquer dicionário o significado do substantivo feminino “arrogância”: Prepotência; atitude de quem se sente superior aos ...
Leia Mais >
Genecy Souza – Na Briga Pelo Voto Auditável, Voto na Minha Desconfiança. Nela Eu Confio
Genecy Souza Não me recordo bem quando votei pela primeira vez, mas foi quando eu era criança – Não. Não ...
Leia Mais >
 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091