Poesia: Barata Cichetto – Silêncio, Inocentes!

Barata Cichetto

 – FUNDADOR

Falam em lógica e eu mostro meus pés sujos; falam em política e eu mostro meu desprezo; falam em ciência e eu mostro minhas rugas e meus cabelos brancos; falam em doença e eu mostro meu pau ereto; falam em feminismo e eu mostro minhas cicatrizes de cigarro na perna; falam em machismo e eu mostro as marcas de pancadas nas costas; falam em prudência e eu mostro minha carteira de identidade; falam em esperança eu mostro a porta da rua; falam em poesia e eu mostro um mil quinhentos e cinquenta e cinco poemas; falam em filosofia e eu mostro as marcas no meu pescoço; falam de liberdade e eu mostro a língua afiada e as os cortes nos meus pulsos; falam em religião e eu mostro o crucifixo onde fui pendurado; falam em morte e eu mostro o endereço da minha sepultura. Parem de falar!

 

30/04/2020

ouça a poesia deste poeta

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

3 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
Renato Pittas

Ótimo!

Lu Genez

Uau!!!!

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091