Poesia: Barata Cichetto – O Importante São os Pés, Não o Lugar Onde Se Pisa

Barata Cichetto


Um dia Bob Dylan perguntou, numa canção bonita,

Quantos caminhos andar até aquilo que se acredita,

E eu entendia que era sobre terras e não de gente,

Até perceber que são pés, não o chão que se sente.

Deixei então as malas, mochilas e sapatos a esmo,

E fui caminhando nu para dentro de mim mesmo.

 

Encontrei a mim em uma das muitas esquinas perdido,

E perguntei sobre um endereço que eu tinha esquecido.

Tinha meus pés em bolhas, e doíam-me ossos e dentes,

Mas precisava chegar antes de mim a lugares diferentes:

O importante são os pés, e não o lugar em que se pisa,

Importa é ser vento, um furacão ou apenas uma brisa.

 

Dylan ganhou Nobel, e eu apenas honrosa menção,

Em um concurso literário, o rodapé de uma citação.

Um dia ele falou que a perda não é diferente do ganho,

Então eu disse, “ora, pois vá se foder, falso poeta fanho!”

Peguei meus discos de Lou Reed e fui ouvir  no puteiro,

Recitando a minha poesia às putas em troca de dinheiro.

 

Meus pés ainda ardiam, mas eu tinha agora um ensejo,

Em ser poeta, ator, e fugir da ação do vento do despejo.

Pensei enfim que pés eram mais importantes que o lugar,

Mas era preciso ter grana para pagar um quarto de alugar.

E de mudança em mudança, fui ser o puto de uma vadia,

Que lambe meus pés e meu chão, por medo ou covardia.

 

24/10/2019

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091