Ibrahim Khouri – Avanço e Retrocesso (2)

… Ah, mas no outro dia, entre mentiras e meias verdades, assisto a desfile de modas, novelas, entrevistas, às retrospectivas que falam sobre a queda do Muro – o fim da Rússia da antiguidade, o mundo todo sofrendo pela epidemia, esqueceram da AIDS; na Bósnia, irmãos se matando, na África do Sul, o Apartheid, e entre um fato e outro, propaganda, reclame, gente famosa, Artistas – é uma verdadeira loucura: coisas, produtos, manufaturas, despertando o meu eu consumista. Sem tomar sereno vejo a lua, estrelas, não me queimo em plena seca do Nordeste, e deparo com tantos canalhas “cabras da peste” que vivem da desgraça do povo, e, diante de tanta injustiça, sofro… Revivo o Atentado, choro, xingo, rasgo-me de emoção… Como vê, de minha “janela” sou senhor, escravo, cativo. Tirou-me a palavra da boca, roubou-me o amigo, mas através dela vejo meu rosto de ontem e, para abri-la, basta apertar um botão…Posso até escolher a estação, se quero sofrer Inverno ou se quero sofrer Verão …

Continua…

Ibrahim Khouri, poeta, escritor. Guarulhos – SP

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091