Ibrahim Khouri – Avanço e Retrocesso (13)

…Vaza do meu corpo a imensidão do mundo, numa viagem inexoravelmente constante, nesta última fila de espera, vendo os pregoeiros do caos repetindo a tragédia dos trinta dinheiros, o sofrimento do povo, uma preocupação perene por parte de poucos políticos e autoridades que ainda merece nosso crédito; Os corruptos estão de regresso, paira um clima de insegurança neste mundo de avanço e Retrocesso, não há trégua, o futuro pode ser Um mar sem porto, mas hoje, corre em mim partes de outrora: Lugares, templos, esculturas, e eu continuo a caminhar por entre as nervuras, das edificações de outras eras; Fracassos, sonhos e vitórias, d’outras civilizações e suas linhas, tudo em mim lateja agora – Parte quimera, parte história -. Sobrevivem na memória, lembranças que não são minhas – de tantos eu sou aurora -; E embora soe diferente, até o tempo aqui destoa, habita-me o corpo tanta gente: tribos, costumes e lugares, deuses, climas, outros ares, solos, mares, outras pessoas. Tudo aqui atroa forte, no coração algo se ativa – sensação de busca e medo – como se descobrisse um segredo, de quem já teve a morte -eu sou a parte viva -; Sem começo ou fim da idade, nas vênulas, vidas lá de longe – Dom da suprema eternidade -, nos rios de artérias, vasos, veias, manchas de Oásis e areias coexiste neste corpo de hoje. Sou agora, o mais novo aparelho, onde cada qual se manifesta – sou o rastro do que resta- Um caminho marcado por bandeiras, impérios, segredos e mistérios, viajando no meu Mar Vermelho; Que imensidão meu corpo ganha – a viagem que não para – corre dentro parte estranha, é o passado na devassa, mas quem é com minha cara que me soma a outras raças? Tanta coisa me incomoda – seres separando-me da roda – e eu aprendo à grande custo, e embora soe estranho, sessenta seres separam-me de Augusto e de Cristo também de igual tamanho…

Continua…

Ibrahim Khouri, poeta, escritor. Guarulhos – SP

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

2 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
Elisa Salles

Uma riqueza sem fim de poesia. Aplausos poeta!

Dejane Matos

Vaza de mim curiosidade…
Verso, prosa, cultura e direitos em um só enrredo!
Parabéns !

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091