Poesia: Lu Genez – [Ensaio um sorriso sem dentes]

Lu Genez

 – MEMBRO FUNDADOR

Ensaio um sorriso sem dentes

Amalgamado de pulsos indecentes

nas dores das vergonhas incompreendidas.
Os lábios bolorentos murchos,
Não se assanham com qualquer batom.
Vermelho, tem sabor de sangue.
Bebo, misturado com água.
O gosto não é doce,

Lembra ferida escondida.


Um disfarce esfumaçado ao olho inchado,
Arroxeado, cansado dos tantos nós

Dos dedos cruéis.
Pergunto uma mentira ao espelho
Só de faz de conta

Se amanhã é diferente
Talvez assim esqueça dos ossos doloridos,

Dos medos da porta aberta

Dos pesadelos da pele.

 

Inexisto aqui na ausência da coragem

Na voz esquecida

Na alma quebrada por sua crueldade.

Amores de ódio, matam.

 

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091