Poesia: Barata Cichetto – A História e a Glória

Barata Cichetto

 – FUNDADOR

Um dia conheci a tal da Glória,

A vadia professora de História.

Óculos de aros escuros, dentes perfeitos,

Uma perversa insolente com seus peitos.

 

Caia-lhe bem a camiseta com o guerrilheiro,

E ela dizia foder pensando no companheiro.

Aí enfiei o meu individual no seu coletivo,

E ela gemeu e gozou num orgasmo seletivo.

 

Ah, a Glória, tinha pernas longas e tortas,

Mas lábios tão gelados quanto das mortas.

Ela tinha na História apenas arma de sedução,

A bunda balançando na sala pura prostituição.

 

Dizer conheci Glória um dia, são mentiras invertidas,

Pois não era uma, mas muitas as histórias pervertidas.

Muitas histórias de glórias, mas nenhuma verdadeira,

E o medo da escória ser o legado da minha herdeira.

 

22/09/2019

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091