Não Tenha Medo de Mim

Compartilhe!

Barata Cichetto


Não tenha medo de mim, sou apenas seu reflexo, seu desgosto sem circunflexo, sua sombra sem nexo, e seu orgasmo sem sexo. Não tenha medo de mim, sou apenas a escuridão dos seus receios, a multidão de seus anseios, e o suor escorrendo nos teus seios. Não tenha medo de mim, que sou apenas seus sonhos sonolentos, seus pesadelos sangrentos, e seus olhos remelentos. Não tenha medo de mim, que sou apenas seu aborto inconformado, seu feto deformado, e seu casaco reformado. Não tenha medo de mim, que sou apenas seus medos. Não tenha medo de mim, que sou apenas aquele, que em lugar de ficar parado num ponto de ônibus, no fim da noite esperando a última condução, prefere caminhar a madrugada inteira, sozinho e sem medo da escuridão. Até chegar a manhã.

18/9/2018

Do Livro:
Pornomatopéias
À Venda Pela Plataforma UICLAP
https://loja.uiclap.com/titulo/ua47842/

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e Editor do Agulha.xyz e Livre Pensador.

5 1 Vote
Avaliação do Artigo
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários