Imagem Criada Com IA

Monstros e Outras Coisas

Renato Pittas

Deixando de lado a falta do que fazer navego pela tela em busca de repostas para coisas triviais, como é parear o controle remoto com a tv, ficar um tempo tentando resolver sem estar entendendo nada, fuçando pra ver se tem uma resposta, nenhuma da opções mostrada se mostrou eficaz no caso, mudei de ideia sentei aqui e resolvi dançar com os dedos nas teclas, salteando letras que se mostra na tela lcd, no bloco de notas as linhas vão preenchendo o monitor com esboços de emoções, expectativas e memoria construindo em segundos flashes imperceptíveis do destino, se esvaindo no esgoto da estória, nada que fique apenas uma vivencia elétrica neural.

Descuidos, todos cometemos as vezes por distrações outras de propósito para que as coisas continuem sendo como são, precisamos compreender que descuidos leva à erro, também a ganância cega a percepção do ego, evitando que vejamos claramente as propostas direcionadas por oportunistas, que nos envolvem com a crença no véu do ganho fácil. Diz o ditado todo canalha sempre se faz de gente boa.

Deixando de lado esta questão e voltando a navegar pelos mares da imaginação vemos que muitas vezes monstros são menos letais do que imaginamos, tanto que existem contos infantis aonde existem monstros amigáveis, o que me leva crer que a monstruosidade é apenas uma questão de diferenças físicas por vezes esquisita ao senso estético, mas não se iluda existem monstros também de rara beleza.

Renato Pittas, Rio de Janeiro, RJ, é artista plástico, poeta, escritor e Livre Pensador.

Compartilhe!
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!