Lu Genez – [Qual o emendamento da reza?]

Lu Genez


Qual o emendamento da reza?
Não se assanhe, meu senhor,
Pois o terço tem número de contas marcadas,
Nem mais nem menos do que os dias de agosto.
Ninguém tem absolvição de graça,
Vela acesa, nem sempre mata a escuridão do céu.

vi penitências piores que joelhos dobrados,
Sangue de pequeno e ronco de fome.
Em terra seca se planta esperamento de chuva graúda
Muito mais do deitam as sementes velhas,
Já os meninos, gostam dos ventos de arrasto,
Que é pra levar papel colorido, longe daqui.
A crueldade está no punho dos homens.

Mas eu, sou pecador pobre de lida
Só sei Pai Nosso e as Ave Maria,
Das outras, nem conheço o início,
É reza difícil de carregar lembrança.
O amém é ofício de toda a noite enluarada.
Eu canto as estrelas namoradeiras,
Que brilham sussurros de anjo e abençoam meus ossos.

11.Set.20

Lu Genez, Curitiba, PR, é poeta escritora, e Livre Pensadora.

Compartilhe!
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!