Lu Genez – [Não há necessidade de haver testemunhas para a heresia]

Compartilhe!

Lu Genez


Não há necessidade de haver testemunhas para a heresia, desde que a conveniência dos fatos se justifiquem, desde que as imagens sejam ignoradas, apagadas, subtraídas do palácio, desde que o enredo e o engodo estejam estendidos aos tolos, sob os toldos, a todos.

Não há necessidade de provas, desde que o juíz entenda assim, desde que ninguém se atreva, desde que a mordaça cale, desde que os injustiçados usem tornozeleiras, sejam presos, confinados, caluniados, desde que morram de causas previstas, e depois lhe sejam devolvidos os pertences, por não mais se prestarem aos autos.

Não há necessidade da verdade, quando o obsceno se escancara na corte, quando a toga se vende ao erário, enquanto se quebram os espelhos, enquanto o inferno se alastra no planalto.

Não há necessidade de sol no cárcere, pois aos indignos e aos hereges, lhes deem o peso e o frio da lei.

Os órfãos do Estado, seguem órfãos, entre hoje e amanhã.

Lu Genez, Curitiba, PR, é poeta escritora, e Livre Pensadora.

Assinar
Notificar:
guest

1 Comentário
Mais Recente
Mais Antigo Mais Votado
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
Áureo Alessandri
Áureo Alessandri
07/03/2024 0:00

Sou teu fã número um !

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!