Lu Genez [Chuck não liga]

Compartilhe!

Lu Genez


Chuck não liga
Se o epicentro da dor ocorre entre a quinta ou a sexta vértebra, desde que o urro, não atrapalhe o silêncio do dono das mortes, a overdose no quarto 515, o aborto clandestino, o deságüe das águas.

Nesse hotel barato, em que a vida aconteceu aos pedaços, as paredes bolorentas contam misérias de pele, de abandonos e descargas , enquanto o chão cheirando a mijo e semen, descarrega memórias de outros acontecimentos.

Na indiferença dos deuses, sobram os malfeitores profetas dos templos, de nababesca vestes, de ouro reluzido, de sórdidas mentiras e podres sementes, fazem filhos bastardos, ao sol da meia noite.

Não interessa em qual lado você está
Eles não te ouvem
Se está nu e sozinho
Ao final do prazo

O palácio só tem um rei
Seus servos servem ao inferno

Lu Genez, Curitiba, é poeta escritora…

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!