Lu Genez [A asa da censura possui grave anomalia genética]

Compartilhe!

Lu Genez


A asa da censura possui grave anomalia genética, de cunho ortodoxo ,
As penas pecam a luz do dia, sob os holofotes da ribalta
pendem para o lado norte da bússola zodiacal.

Tem voo desavergonhado, descarado e de uma hipocrisia soberana
Já nem disfarçam a tendência democrática – filosófica- anacrônica- cristã- pagã- real – renal- tísica- enferma.
Melhor seria se lhe cortassem a parte podre da asa, lhe amputassem a falha de caráter abnegado,
Assim, todos os súditos do País das bananeiras e das bundas de fora, dormiriam o sonho dos justos.

Sob as asas da censura, vermes e parasitas se fartam, desde que pertençam a classe dos platelmintos,
Que moldam o rastro das suas histórias, das mentiras, ao bel prazer do papel, nos editoriais dos jornais de parcialidade duvidosa,
Diferente dos outros animais de fala, cuja mordaça reluzente lhe prende a língua, para que nenhuma verdade inconveniente salte aos olhos plebeus, antes do pleito.

Levem as crianças para o quarto. O bode está na sala, ele fede. foi liberado do zoológico, por questões de foro técnico.

Lu Genez, Curitiba, é poeta escritora…

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!