Imagem Gerada Com AI (Leonardo)

Leis São Iguais a Um Osso de Fêmur: Uma Ferramenta ou Arma de Destruição – Freak News Nº 43

Barata Cichetto

Ferramentas, ferramentas, ferramentas… Um osso de fêmur foi a primeira ferramenta. Experimenta! Ou arma… Quem veio primeiro? Múltiplas utilidades tem um objeto, depende do uso direto. Armas e ferramentas se prestam às suas requisitadas utilidades, mas entre uma ferramenta e uma arma existe a humanidade, e sua eterna inutilidade. E futilidade. Entre a ferramenta e a arma, há o carma, da natividade. Entre o osso de fêmur, a pedra lascada e a perna quebrada, há a maldade, o desejo de eternidade, e o poder da vontade. E especialmente, a vontade do Poder. Que a tal humanidade tenta esconder. Dizendo que é tudo ferramenta, que tudo é instrumento de bondade, e que tudo é pela igualdade, pela Liberdade e pela fraternidade, quando na verdade, tudo é pela falsidade, e pela Santidade do Poder! — Acham que não sinto o que faço e não faço o que sinto? Cinto? Ah, de cinto conheço bem, dos buracos da fivela às dores das novelas. Todos nas minhas costelas. Cintas são utilidades, e podem ser instrumentos de maldades. Ripas de madeira, servem para se fazer uma cadeira, mas podem ser instrumento de tortura da paterna ditadura. Chinelos são instrumentos de proteção dos pés, mas nas mãos de mães manipuladoras e ditadoras, se tornam instrumento de coação e de punição. “Faça o que eu mando e não faça o que eu faço”, bela filosofia de educação. Penso que talvez tenha sido ela a inspiradora da Constituição. Aquela que tem agora um guardião, que mais parece um rufião. Daqueles dos puteiros imundos, que acolhem vagabundos, e espancam as meretrizes, que não seguem suas diretrizes. E as pobre infelizes ainda são quem sustentam os luxos dos mandatários sem eleição. Pobre terra dos infelizes, travando uma podre guerra, contra togados e atrizes, advogados e aprendizes. As leis… Ah, elas são tais instrumentos, como um osso de fêmur: podem ser uma ferramenta útil, mas também arma de destruição.

01/07/2024

Leia Também: Vômito de Metáforas

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e editor do Agulha.xyz, e co-fundador da Editora Poetura. Um Livre Pensador.
Contato: (16) 99248-0091

Carregando...;
Compartilhe!
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!