Crônica: Guca Domenico – Eu Sou o Rei!

Guca Domenico


Entendo seu desânimo ao ver como as coisas estão por aqui, você está se sentindo desprotegido e sem ter a quem recorrer porque aqueles que deveriam prestar socorro são os principais responsáveis por sua angústia.

 

Vou dar um jeito nisto.

 

Não existe a menor possibilidade de uma ditadura do bem dar certo porque só funcionaria no início, depois as coisas voltariam ao eixo, deputados e senadores são vermes oportunistas, como você sabe e só existe uma solução. Não pode ficar na mão dessa cambada a criação de leis e mordomias porque só pensam neles mesmos.

 

Eu me proclamo O Rei do Brasil.

 

Minhas medidas serão justas e você conhecerá agora algumas delas.

 

Deputados federais, estaduais e vereadores darão meio expediente. Essa gente não pode ficar muito tempo junta que começa a inventar lei atrás de lei e quase nenhuma presta. Meio expediente significa salário menor. Não vou dar verba para pagar assessor. Se quiser, contrate e pague do bolso, como fazem os médicos, dentistas, cabeleireiros, etc. Auxílio moradia? Auxílio gasolina? Auxílio passagem aérea? Plano de saúde ilimitado? Aposentadoria com 2 mandatos? Esquece tudo isto. Toda essa dinheirama será usada para saneamento básico, construir ferrovias, rodovias, portos, hospitais e escolas. Também não vai ter essa multidão no Congresso, bastam 280.

Para senadores valerão as mesmas regras. Bastam 56.

 

Os ministros do Supremo Tribunal Federal trabalharão menos porque teremos menos deputados criando leis que contrariam a Constituição, portanto os ministros receberão menos também. E os penduricalhos no salário, ó… esquece. Se ministro quiser andar de avião deve pagar do próprio bolso. Nenhuma mordomia além do excelente salário que terão. Ah, nenhum ministro será indicado, apenas os primeiros que passarem no concurso público. Bastam 5.

 

A condenação em Primeira Instância é suficiente para o preso ser recolhido. Pode recorrer, mas vai fazer isto enquanto estiver enjaulado.

 

Meu sistema prisional será bem simples: roubou, vai preso. Pena mínima 10 anos, sem progressão de pena. Matou, vai preso. Pena mínima de 35 anos sem progressão de pena. Matou pai de família, vai pagar pensão para os órfãos até o final da faculdade. Como? Trabalhando no presídio. Estuprou, vai preso. Prisão perpétua porque um verme desses não pode viver em sociedade. Pedófilos não serão presos, mas executados. Não se abusa de criança.

 

Ninguém será impedido de me criticar, sou um Rei Justo e sei que posso errar. Não pode inventar mentira porque se for descoberto é tapa na bunda.

 

Professores serão valorizados, mas não estou falando em pagamento de salário. Estou dizendo que serão respeitados e terão respaldo da minha Corte. Professores ensinarão as matérias de suas cátedras e deixarão que os pais eduquem seus filhos. Nos primeiros 10 anos do meu reinado todas as salas de aula terão câmeras para que as aulas sejam avaliadas pelos pais e diretores das escolas. Ainda teremos muitos professores militantes em ação e é preciso vigiá-los, sem censura, mas com chamamento à responsabilidade.

 

Não haverá censura em meu reino, mas nenhum órgão do Estado incentivará financeiramente arte vagabunda – e você sabe muito bem do que estou falando, fui claro. Meu reino incentivará a proliferação de orquestras sinfônicas porque música de qualidade melhora o nível espiritual dos súditos. Nos primeiros 10 anos todos os concertos serão subsidiados pelo dinheiro que economizaremos com a diminuição do número de ministérios e servidores.

 

Meu reino não terá relações diplomáticas e comerciais com ditaduras, nem mesmo as disfarçadas de democracia.

 

O Estado não terá nenhuma empresa, todas serão privatizadas. Também não meterá o bedelho na política interna das empresas privadas. Sob meu comando o Estado seguirá o seguinte mandamento: “Não atrapalharás quem produz porque quem produz, vende, a venda gera riqueza, a riqueza gera imposto, estamos conversados e vai curintiá.”

 

Quem não quiser morar onde impera o Rei Justo, pode sair porque ninguém vai sentir sua falta. Beijo me liga.

 

Guca Domenico é músico e jornalista. Trabalho em vários veículos de comunicação impressa e foi membro da banda Língua de Trapo, junto com Laert Sarrumor

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
Lu Genez

onde o reinado está estabelecido? me candidato a morar nele…

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091