Enciclopédia Rock – Volume II – 05 – Outras Gravações Importantes Para o Rock

Compartilhe!

Walter Possibom


5. Outras Gravações Importantes Para o Rock


O músico Tampa Red ficou popular nos anos 20 com gravações como: “It’s Tight Like That”, “Love Her with a Feeling” e muitas outras.

5.1. KANSAS CITY BLUES

Foi gravada por Jim Jackson em 1927 e foi um extremo sucesso, vendendo mais de um milhão de cópias.

A melodia mais tarde seria reutilizada em diversas gravações como: “Going To Move To Alabama” de Charlie Patton em 1929, “Move It On Over” de Hank Williams em 1947 e “Rock Around The Clock” de Bill Haley and His Comets em 1954, uma gravação também importante para o Rock and Roll. A composição também inspirou Leiber e Stoller a escreverem a música “Kansans City” em 1952. Jackson refez o trecho “It takes a Rocking chair to Rock, a rubber ball to Roll…” de “Jealous Hearted Blues”, gravação esta realizada por Ma Rainey em 1925.

Jim Jackson

5.2. ROLL’EM PETE

“Roll ‘Em Pete” foi gravada por Big Joe Turner em 1938 e foi considerada um dos precursores mais importantes do estilo Rock and Roll. Turner mais tarde regravaria outras versões, em colaboração com vários músicos, principalmente nos anos 50 quando se tornou um músico famoso no Rock and Roll.

Disco de vinil da música

5.3. SING SING SING (With A Swing)

O solo de bateria de Gene Krupa na música “Sing Sing Sing (With A Swing)” de 1937 foi considerado um precursor da batida do Rock n’ Roll.

O instrumental teve a participação da orquestra de Benny Goodman e foi um sucesso nos anos 30. Krupa foi considerado um dos mais influentes bateristas de todos os tempos e participou de colaborações em várias gravações:

5.4. GUITAR BOOGIE

O instrumental “Guitar Boogie” foi gravado pelo músico Arthur Smith em 1945, apesar de ter feito sucesso em 1948. Além da popularidade nos anos 40, “Guitar Boogie” inspirou adaptações de várias bandas de Rock instrumental nos anos 50, 60 e 70. Grupos e músicos que regravaram o tema incluem: The Virtues em 1959, Bert Weedon no mesmo ano, Peter Posa em 1962 e The Ventures em 1972. A versão de 1948 vendeu 3 milhões de cópias, Smith foi apelidado de “Guitar Boogie” e o tema foi o maior sucesso do músico.

O tema foi inspirado pelas músicas “Pinetop’s Boogie Woogie” de Pinetop Smith de 1928 e “Boogie Woogie” de Tommy Dorsey e sua orquestra, uma composição de 1938.

Arthur “Guitar Boogie” Smith Vários temas de Smith fizeram sucesso na década de 40 e 50.

Walter Possibom, São Paulo, SP, é escritor e guitarrista da banda Delta Crucis e Livre Pensador.
Facebook: https://www.facebook.com/wpossibom/

5 1 Vote
Avaliação do Artigo
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários