Diário de Bordo, Data Estelar: 28 de Março de 2003

Compartilhe!

Barata Cichetto


A nave voltou aos ares. Depois de três meses sem voar, o “Azulão”, nosso piloto, acionou as turbinas, em velocidade “Dobra 10” e caimos na Castelo Branco em direção á Sorocaba, cidade do interior paulista com cerca de quinhentos e poucos mil habitantes. O porto, Black Sheep Bar. A tripulação, acrescentada de dois novos roadies, Mauricio e Raul, ao adentrar a nave se cumprimenta calorosamente. Afinal, há três meses, o grupo não se reunia.A viagem foi tranquila até Sorocaba, sempre com Rodrigo fazendo suas impagáveis imitações do “Alemão” .

Ao chegarmos ao Black Sheep, que é um bar que abriga a sede do motoclube homônimo, fomos recebidos pelo Claudio, dono da casa, que tem uma decoração rústica e é decorada com fotos de motos e tem um ambiente muito legal, sem aquela penumbra total.

No palco, uma bandeira do MotoClube ao fundo, uma bandeira brasileira e uma americana ( a razão: o Clube tem sua sede nos EUA), quase que totalmente coberta por uma camiseta branca com “No War” escrito com tinta vermelha.

Depois daquela rotina normal de montagem de equipamento e passagem de som, saimos acompanhados de Ronaldo – antigo fã e ex-roadie da Patrulha nos anos 80 -, levados pelo Cláudio, para jantar numa excelente Churrascaria na estrada.

Voltamos ao bar por volta das 10 da noite e a galera, boa parte dela composta de Motociclistas, começa a chegar. Por volta da meia noite, a excelente banda “Notivagos”, com repertório de Classic Rock sobre ao palco. A banda recentemente venceu um festival de bandas promovido pela casa e é muito competente.

Po volta de uma da manhã a Patrulha sobe ao palco. Aos primeiros acordes de “Não Tenha Medo”, a galera começa abandonar as mesas e agitar. “São Paulo City” e outros clássicos da banda. No final, a versão maravilhosa de “Columbia” com a introdução feita por Marcello na flauta arremata com grande brilho esse primeiro show de 2003.

Quatro da manhã, tomamos uma “breja” na calçada em frente ao bar e depois subimos no Azulão. O destino, São Paulo, onde daqui a poucas horas estaremos no tão esperado show da Led Slay. Até daqui a pouco!

3/28/2003

Entre final de 2001 e até meados de 2004, acompanhei a banda Patrulha do Espaço, em suas turnês, como manager, e fora muitas outras atividades, como ter criado a idéia, nome e feito a arte (imitando um compacto de vinil) do disco “.ComPacto”. Durante uma boa parte desse tempo eu escrevia esses “Diário de Bordo”, que eram publicados no meu site “A Barata”. Eles 2012, eles foram reunidos num livro com tudo que escrevi sobre a banda, chamado “Patrulha do Espaço no Planeta Rock”.

Do Livro “Patrulha do Espaço no Planeta Rock“, Barata Cichetto, editor’A Barata Artesanal, 2013 – Esgotado

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e Editor do Agulha.xyz e  Livre Pensador.

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!