Marta Sertã de Paula – (Vai ser muito mais difícil do que imaginei)

Basta olhar para trás para perceber que a própria sociedade sempre retrocedeu, quando abusos, libertinagem e criminalidade tentaram dominá-la. Humanos são conservadores por natureza porque sabem que sua sobrevivência depende da preservação dos valores morais, tanto quanto da preservação da Natureza.

 

No entanto, muitos no Brasil e no mundo estão atordoados e perdidos porque o massacre ideológico inverteu todos os valores e conceitos, com o politicamente correto. Passaram as últimas décadas sendo condicionados a pensar que se não concordam com TUDO, tim-tim por tim-tim, que a ideologia esquerdista prega, são racistas, radicais de direita ou fascistas.

 

Primeiro que não existe apenas esquerda e direita. Existe uma gigantesca variedade de nuances entre essas duas denominações, pois pessoas não pensam todas da mesma forma e são um pouco mais complexas do que este conceito simplista e binário. Não somos esquerda ou direita, brancos ou pretos, homens ou mulheres. Somos uma mistura gigantesca de características e pensamentos diversos. Somos seres únicos. E esta divisão é exatamente a maior jogada da dita “esquerda” que eu prefiro chamar de “os mais radicais e doentes do lado de lá”. Esta falácia é a que mais segrega porque o mundo todo mundo comprou o papo que somos uma coisa ou outra. Parece coisa de nazista, né? E é! Tudo tem a mesma origem…

 

Somos cada um de um jeito. Ninguém é igual a ninguém. Exatamente por isso, a esquerda precisa impor uma igualdade artificial, que não nos une, mas segrega, e uma ditadura para conseguir vencer, pois Democracia é bem mais complicado! Implica em respeito pela desigualdade e diferenças, e ao mesmo tempo uma busca por um mínimo de consenso, acordo e paz. Os despertos, para o quanto foram manipulado, estão apanhando tanto porque vai levar um bom tempo até todo mundo lembrar que espaço individual precisa ser tão sagrado quanto prioridade privada porque somos todos únicos, apesar de pertencermos à mesma raça. Liberdade de expressão não pode ser apenas quando convém, pois, assim como as leis, precisa ser a mesma para todos. O que um chama de idiotice, outro pode chamar de genialidade. Não existe Democracia onde há concordância em tudo. Existe um ditadura.

 

Mas isso não significa que abusos no direito de se expressar livremente não precisem ser investigados e julgados devidamente pelos órgãos competentes. Na MINHA opinião, defender aborto (assassinato de um ser vivo) deveria ser mais grave do que fazer críticas a qualquer órgão de um governo democrático. Defender pedofilia (destruição de qualquer chance de um ser inocente crescer sem medo, amor e prazer) deveria ser mais grave do que um xingamento contra qualquer pessoa. Então, o correto seria um debate amplo e irrestrito e não toda a sociedade acatar o que pensa um grupo qualquer, que acha que pode se impor sobre os outros, apenas porque tem poder.

 

Que fique claro que não nego que haja esquerda e direita e o bem e o mal. Só acho que existem apenas como conceitos. As pessoas são mais complexas. Tem extremista de esquerda, muito esquerdista, esquerdista, levemente de esquerda e até o que se acha de esquerda, sem ser. E o mesmo se dá para tudo. O fato de eu ser uma boa ou má pessoa não me coloca necessariamente em nenhuma dessas categorias. Tem mulher que é má. Tem preto que é mau. Tem GENTE que é má! E tem gente confundindo manipuladores com manipulados, traficantes com drogados, criminosos com vítimas, negacionistas com perseguidos, amigos com inimigos e vice-versa. Somos todos seres humanos. Essa coisa de dividir a raça em duas é patético. Típico papinho furado da ideologia esquerdista, cujo único objetivo é pautar e dominar. Pena que esteja rolando bonito e até os mais despertos ainda estejam cometendo esse grave erro.

 

Democracia é extremamente complexa e uma ditadura infinitamente mais fácil de ser estabelecida. Mas EU ainda prefiro a liberdade acima de tudo e de todos. Nenhum humano vai me privar do que Deus me deu. Nem togados que não foram colocados para reinar absolutos por minha própria escolha, nem inimigos declarados, nem amigos que cancelam os parceiros de luta porque se acham melhores, mais ativos, mais estudados, mais sofridos, mais sábios ou mais isso ou aquilo…

 

Já temos problemas demais para criarmos novos ou incentivarmos intrigas. Brigar e discutir por um consenso será único caminho para a vitória e por isso Jair se desgasta tanto. E eu também. Cancelar o outro só porque tem algum ponto divergente será nossa destruição! Eu vislumbrei por alguns dias um mundo melhor, mais unido, mas foi apenas um sonho ingênuo…Seguirei sonhando porque está é a minha natureza e a MINHA luta: Brasil acima de tudo; Deus acima de todos! Mas hoje, estou um pouco mais realista. Vai ser muito mais difícil do que imaginei.

Marta Sertã de Paula: Complicado escrever algo sobre mim atualmente… No Cidadão Alerta estou como arquiteta, administradora, coreógrafa e mãe. Mas atualmente sou ex-isso tudo! Ainda mãe – graças a Deus… Estou mais para aposentada, cidadã e mãe preocupada. Mas acho que não fica bom, né? Então, não sei – crise de identidade total!

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

4 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários
REINALDO BUENO JUNIOR

Políticas milenares e usadas pelo Romanos ainda são colocadas em prática, mais de 1,5 mil anos depois da queda do Império Romano, pelos que se auto intitulam “donos do mundo”. Dividir para conquistar, e pão e circo, sempre funcionou para dominar povos inteiros, há milênios. Essas duas políticas milenares, de conquista e dominação, atualmente foi renovada com mais algumas técnicas de dominação: O politicamente correto, a hegemonia do pensamento, e a imposição do medo para garantir sua existência, que só nos leva a uma ditadura como bem disse. A liberdade é o bem mais valioso depois da vida, por isso que os agentes conscientes ( a esquerda criminosa) e os agentes inconscientes ( os manipulados e grande maioria da sociedade) se conformam com medidas autoritárias que não faz parte de nossa natureza. A complexidade do ser humano em aceitar a dominação está em sua própria ignorância. Forte Abraço.

Lu Genez

gosto de te ler. Parabés

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091