Crônica: Guca Domenico – A Força Inominável

Guca Domenico

A relativização das palavras não torna o mundo melhor porque não faz sentido esconder a Verdade atrás de um protocolo de boas intenções. O bem e o mal são opostos naturais, não se deve relativizá-los. Solidariedade, tolerância e amor são coisas boas. Egoísmo, violência e censura são coisas más.


Não é agradável estar presente no tempo de tribulação. Viver o que será contado como história requer coragem e fé. 


A Verdade vencerá, ela sempre vence. Não é opinião, é fato, é história.


Volte seus pensamentos 2 mil anos e veja Jesus Cristo sendo condenado pelos sacerdotes de seu tempo. Qual foi o crime cometido por aquele homem? Acusaram-no de propagar discurso de ódio. O que aconteceu depois que o crucificaram? Sua mensagem espalhou-se pelos 4 cantos da Terra. Ele venceu. A Verdade venceu. Ela sempre vence. Os homens que foram encarregados de portá-la fizeram sacrifícios, foram corajosos e o tempo os honrou. Assim como Jesus Cristo, eles vivem.


Retorne ao agora. Identifique quem são os sacerdotes do nosso tempo e o que eles pretendem. São milhões de Cristos, espalhados mundo afora. Os sacerdotes tentam crucificá-los virtualmente. Não conseguirão porque sua luta está perdida de antemão.


Eles podem matar o corpo, mas não a ideia.


Se todas as casas do mundo forem destruídas, outras casas tomarão seus lugares. Casa é uma ideia que se transforma em matéria.


Ideias se propagam, nenhum poder terreno as detém.


Censurar é ilegítimo e tão inútil quanto enxugar gelo.


Estamos vivendo um tempo em que se tenta impedir a livre circulação de ideias através das comunicações interpessoais. A rede mundial de computadores está sendo vigiada e controlada por filtros que selecionam o que deve e o que não deve ser visto e lido. Sacerdotes. Enquanto conseguem chatear, deprimir e desanimar os fracos, parecem ter sucesso. Contam com a apatia dos medrosos e dos covardes que lhes sustentam com os tijolos do medo. Parecem ter sucesso, mas é quimera.


Ainda que não creiam – e não creem mesmo! – numa Força Inominável como regente do Universo Inteligente, a Força existe. Os sacerdotes que condenaram Jesus Cristo não impediram a propagação de suas palavras. A Força pulsa.


A humanidade está separada em nações, raças e credos apenas por conveniência política e estatística porque se afastarmos a lente e observarmos o planeta Terra dentro da galáxia, somos apenas o povo terráqueo vivendo uma maravilhosa aventura temporal limitada.


A consciência individual sintoniza-se à consciência coletiva.


A consciência coletiva assemelha-se a nuvens que pairam sobre nossas cabeças emanando vibrações que penetram na consciência individual.


Quando uma ideia verdadeira (solidariedade, tolerância e amor) toca o Espírito humano, não há como impedir sua propagação. Ainda que tentem – e tentam – a ideia chega ao coração dos homens, reverbera e se espalha.


Os sacerdotes do nosso tempo podem muito, mas não podem tudo.


É preciso manter a serenidade diante da adversidade passageira. Volte 2 mil anos. Está registrado no livro cósmico: todos eles perderam para um único homem e agora somos milhões.


Nossos desânimos, pessimismos e tristezas são alimentos para os sacerdotes do nosso tempo, para os que pretendem censurar a livre circulação de ideias.


Tenha Fé. Trabalhe. Lute. Converse. Instrua. Não brigue com quem está de olhos vedados. Ore por ele. Seja professor, tenha paciência. Seja amoroso. 


Os sacerdotes do nosso tempo não podiam imaginar que as coisas tomariam o rumo que tomaram e estão desesperados para impedir a onda avassaladora que os devasta impiedosamente, mas é tarde para eles.


O mal está sempre atrasado.

Guca Domenico é músico e jornalista. Trabalhou em vários veículos de comunicação impressa e foi membro da banda Língua de Trapo, junto com Laert Sarrumor.

 
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Assinar
Notificar
guest


Atenção: O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais ao autor, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

 

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Site Criado Por Barata Cichetto - (16) 99248-0091