Coronariana Nº 33 (Feito)

Compartilhe!

Barata Cichetto


Jamais contariam minha história do jeito que precisa ser feito: direito. Colocariam defeito, me diriam imperfeito, e a respeito do pleito, do prefeito e do desfeito, com efeito diriam que este sujeito é estreito, malfeito, não é direito, tem trejeito, despeito, preconceito, insatisfeito, e é suspeito. E então aproveito, e por meu direito de sujeito, digo, sou mesmo desse jeito.

10/04/2020

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e Editor do Agulha.xyz e Livre Pensador.

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!