Coronariana Nº 25

Barata Cichetto


Meu colchão é no chão. Meus quatro metros quadrados de território, sem oratório e sem flexão abdominal. Minha gata dorme em cima da minha cabeça. Respiro o que posso, e o que me deixam. A Ditadura do Voluntariado tomou conta das ruas. Sou idoso, e quem sabe o último barbudo do planeta Terra. Preciso achar um caminho, mas não sei por onde começar.

04/04/2020

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Criador e Editor do Agulha.xyz e Livre Pensador.

Compartilhe!
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!