Cândido Lemos Carneiro – Teu Corpo

Compartilhe!

Cândido Lemos Carneiro


Tens um corpo tão perfeito
que me deixas fascinado.
Te imagino nua em meu leito
comigo em ti abraçado.

Teu perfil suave e lindo
me enlouquece e me domina.
Tal ternura vou sentindo
a envolver-me qual neblina.

Em tua beleza irretocável,
além de um belo semblante,
vejo dois olhos a brilhar
como estrelas faiscantes.

Lábios de belo contorno
dão-me a ânsia de os beijar.
Meu coração vira um forno
só de ti me aproximar.

Teus braços são a corda
à qual me quero amarrar.
Deste sonho não me acorda,
senão vou-me lamentar.

Dois seios tão generosos,
quando os vejo ao natural
são plenos e tão formosos
que seduzem este mortal.

Belas pernas torneadas,
sobre pés tão delicados,
são por mim tão desejadas
que aumentam meus pecados.

Teu perfil é uma escultura
a recordar-me uma diva.
Do criador a criatura
cujo esplendor me cativa.

Preciso dizer-te ainda
o quanto enfim eu te quero?
Tira-me a dúvida e finda
com a resposta que espero.

Poesias do livro “Reflexões Poéticas“, Letra Capital Editora ([email protected]), 2023, ISBN 978-85-7785-868-2

Cândido Lemos Carneiro,  nascido em 1935, arquiteto aposentado. – Rio de Janeiro – RJ

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!