Cândido Lemos Carneiro – Os Gatos

Compartilhe!

Cândido Lemos Carneiro



Se tu queres um amigo,
dedicado, fiel e leal,
presta atenção no que digo:
procura-o neste animal.

Nos gatos tudo isso temos,
mas não espera submissão.
Independente ao extremo,
cuida dele com atenção.

Dos sentimentos humanos,
sejam bons ou imperfeitos,
somente neste bichano
encontramos esse jeito.

Se na tua escolha o que conta
a preferência é por beleza,
lembra, o gato é que aponta
e sua opção é na esperteza.

Ele é muito independente,
nada servil como um cão.
No teu conviver ele sente
se confia em ti ou não.

Ter um gato é uma vantagem
que pouca gente entende
É limpo e em tudo agem
com inteligência de gente.

Só gosta de uma boa vida,
carinho e conveniência.
No bom trato ele se liga
e na preguiça com frequência.

Mas se o tratares mal
de ti se afastará.
Como nós é tal e qual,
não esquece e te evitará.

Já foram uma divindade
em eras há muito passadas.
Sabiam os antigos a verdade
da missão por Deus lhes dada.
As influências negativas
que nos enviam inimigos,
eles as tornam inativas
retendo-as todas consigo.

O cão é bom protetor
de nosso mundo material,
e o gato é o defensor
contra o mal espiritual.

Todos os animais domésticos
que Deus supremo nos doou
merecem, creiam os céticos,
e ao nosso amor confiou.

Poesias do livro “Reflexões Poéticas“, Letra Capital Editora ([email protected]), 2023.

Cândido Lemos Carneiro,  nascido em 1935, arquiteto aposentado. – Rio de Janeiro – RJ

5 1 Vote
Avaliação do Artigo
Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários