Barata: Sexo, Poesia e Rock’n’Roll – Parágrafo 9

Compartilhe!

Barata Cichetto


Durante particularmente toda a segunda metade dos anos 1970, aconteceram uma quantidade enorme de shows e festivais de Rock por todos os cantos. Era comum naquela época acontecerem em teatros, particularmente da Prefeitura, como o Paulo Eiró e Martins Penna, Teatro São Pedro, etc. Também no Ruth Escobar, onde assisti ao primeiro show do Joelho de Porco, o Teatro Bandeirantes, o Teatro da Praça, onde rolaram apresentações intimistas de Jorge Mautner e Walter Franco… E assim chegamos aos últimos anos dos 70 e no Ginásio do Ibirapuera acontece o “1º Concerto Latino Americano de Rock”, com a estreia da banda Arnaldo e a Patrulha do Espaço e a banda de Cesar Camargo Mariano, além de O Terço e dos argentinos Leon Gieco, Nito Mestre e os donos da noite por aclamação: Crucis. Um Ginásio lotado urrando, dançando, pulando… Celebrando ao melhor dos espíritos do Rock’n’Roll, a irmandade… Não éramos latinos, éramos Roqueiros, éramos o mundo.

E naquela década criativa ainda aconteceria no Brasil a apresentação da banda Gênesis, que tinha perdido sua principal estrela Peter Gabriel, mas fez uma apresentação impecável, com Phil Collins segurando a onda dos vocais. A banda teve o apoio de outro baterista e foi a primeira vez que se viu um espetáculo usando laser nessas terras. E, sempre pedindo perdão a algum lapso de memória que venha a confundir datas e locais, lembro também de Refestança, com Gilberto Gil e Rita Lee, um único espetáculo que gerou um disco ao vivo e uma temporada de uma semana do Made In Brazil com Caio Flavio nos vocais e onde, num dos dias a ensandecida, hoje astróloga Tibet, arrancou a blusa e mostrou os peitos pra plateia…

Nem sei por que, mas os peitos da Tibet me lembraram a bunda de Sandra… Ah, a bunda de Sandra… Nunca fui daqueles caras tarados por bunda, de enxergar bunda em frutas e instrumentos musicas. Em frutas e instrumentos musicais eu enxergo, digamos outra parte da anatomia feminina. Claro que admiro uma bunda bonita, redondinha, arrebitada, essas coisas. Mas nada que me faça eleger como símbolo sexual uma mulher apenas pela sua bunda. Uma mulher é um símbolo sexual pela sua cabeça, ou seja, pela forma como ela pensa o sexo. Mas a bunda de Sandra foi algo que eu nunca pude explicar. O formato, o tamanho, a cor, o jeito que era balançada, enfim, uma bunda perfeita. Era uma puta de um dos inúmeros prédios da Rua Barão de Limeira, quase em frente ao prédio da Folha de São Paulo. Como era de costume, entrei subi os quatro andares de elevador e fui descendo pelas escadas. Ainda dentro do elevador, de porta pantográfica, tinha vislumbrado aquela bunda coberta com um curto short branco com estampas. Na descida ela chamou, falamos, combinamos, acertamos a tabela e fomos para o quarto. Eu não conseguia despregar o olho daquela bunda e claro que ela percebeu. Marota e profissional como convém a uma profissional do sexo, ela ofereceu a danada por algum dinheiro a mais. Aceitei de pronto, é claro, pois aquela bunda valeria cada centavo pago. E jantei aquele cu rosado de Sandra deliciosamente. Foi uma sensação maravilhosa, porque aquele cuzinho era, apesar de provavelmente muito utilizado, extremamente apertado… E estranhamente quente.. Quente até demais… Meu pinto ardia de tão quente. Três ou quatro dias depois, quando estava deitado assistindo TV percebi o tamanho da conta que teria que pagar por comer a bunda mais linda do mundo: uma secreção que era o prenuncio de uma bela e ardorosa gonorreia. O tratamento com penicilina não deu resultado e por conta de comer a bunda de Sandra, fiquei um ano em tratamento, inclusive com exames altamente dolorosos. Ah, mas a bunda de Sandra, tão bela quanto as tetas da Tibet valeu cada agulhada e cada semana sem beber por conta de antibióticos.

Do Livro: Barata: Sexo, Poesia e Rock’n’Roll (Uma Autobiografia Não Autorizada)
Editor’A Barata Artesanal, 2012
(ESGOTADO)

Barata Cichetto, 1958, Araraquara – SP, é poeta, escritor. Viveu a vida entre Sexo, Poesia e Rock’n’Roll. Criador e Editor do Agulha.xyz e  Livre Pensador.

Assinar
Notificar:
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver Todos os Comentários

Conteúdo Protegido. Cópia Proibida!